A Comissão Disciplinar dos 3º Jogos da Advocacia – organizado pela Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA/MT) – julgou, na manhã deste sábado (16/11), improcedente recurso impetrado pela equipe masculina de futebol society La Barca.

 

O time solicitou a correção da tabela de jogos, alegando estar a mesma em desacordo com a deliberação feita no congresso técnico da modalidade realizada na última quinta-feira (14/11), na Associação dos Advogados, em Cuiabá. O recurso, assinado pelo capitão da equipe, Marcelo Soares, foi entregue ao término da rodada desta sexta-feira (15), à equipe organizadora.

 

A presidente da Comissão Disciplinar, Xênia Artmann Guerra, explica o recurso da equipe La Barca foi indeferida porque se levou em consideração que a tabela de jogos foi tornada pública logo após o congresso técnico que reuniu todos os capitães dos times de futebol society inscritos nos 3º Jogos da Advocacia. “E o recurso foi protocolizado somente após a realização da primeira fase do torneio, momento em que tiveram conhecimento dos possíveis adversários da fase seguinte”, informa.

 

A Comissão Disciplinar pontou também que o pedido do La Barca não aponta, objetivamente, a irregularidade na tabela e que a forma de disputa e os confrontos foram definidos nos exatos termos do congresso técnico.

 

Compõem a Comissão Disciplinar dos 3º Jogos da Advocacia: Xênia Artmann Guerra (presidente), Jamille Clara Alves Adamczyk (membro), Gisela Alves Cardoso (membro), Leonardo de Mesquita Vergani (membro) e Elvis dos Santos Magalhães (secretário).

 

CONFIRA AQUI O RECURSO DA EQUIPE LA BARCA

CONFIRA AQUI O PARECER FINAL DA COMISSÃO DISCIPLINAR DOS 3º JOGOS DA ADVOCACIA 

 

FUTEBOL SOCIETY FEMININO -  No sábado (16/11), a equipe de futebol society feminino OAB Sinop entrou com recurso contra o time Delação Premiada, alegando ter este uma atleta inscrita de forma irregular, uma vez que, segundo justificativa contida no documento entregue à Comissão Disciplinar, a mesma exerce cargo/função incompatível com o exercício da advocacia. A recorrente solicitou a desclassificação do Delação Premiada e a da atleta.

 

Após análise dos fatos, a Comissão Disciplinar julgou improcedente o recurso porque os critérios exigidos para inscrição nos 3º Jogos da Advocacia (estar inscrito nos quadros de advogados(as) e estagiários(as) da OAB-MT e estar adimplente) foram atendidos. O time do OAB Sinop foi orientado a encaminhar cópia para a Secccional da OAB-MT que é a entidade competente para julgar pedidos de incompatibilidade ou impedimento profissional.   

 

Importante registrar que esta decisão da Comissão Disciplinar foi tomada pelos seguintes membros: Jamille Clara Alves Adamczyk, Gisela Alves Cardoso e Elvis dos Santos Magalhães (secretário). A presidente da Comissão, Xênia Artmann Guerra, não participou, visto que integra a subseção da OAB/Sinop.